11 de jul de 2010

O luto da torcida

Eu acho impossível não ficar triste.
Uma covardia quererem confundir o torcedor, o time ou o clube, com o que estamos descobrindo, estarrecidos, sobre o Bruno.
Quem dera fosse tudo um pesadelo para acordarmos logo.


CASO BRUNO

O luto da torcida

Publicada em 09/07/2010 às 15h38m
Artigo da leitora Denise Azevedo
A torcida e o Flamengo não têm culpa pelo fato de o goleiro Bruno estar envolvido em um caso tão horroroso. Lembremos que até pouco tempo ele era muito querido, tendo proporcionado muitas alegrias ao time, fechando as traves e marcando gols de faltas nos momentos mais decisivos.
Tenho certeza que estamos todos, torcedores e jogadores, estarrecidos e tristes com o envolvimento do Bruno nesse caso. Porém, temos sido enxovalhados (time e torcida) por pessoas que confundem o nosso amor pelo time e, obviamente pelo nosso goleiro e capitão, com o fato de virmos a saber agora que ele poderia ser capaz de praticar um crime.
Que ele era rebelde, inconstante, destemperado, nós já sabíamos, mas ninguém imagina um desfecho trágico como esse. Estamos de luto como estaria qualquer torcedor que ama o seu time e tivesse um jogador talentoso envolvido em tal monstruosidade.
Se ele cometeu um crime, pagará, até porque a polícia tem apresentado uma sede de justiça pouco vista no Brasil. Acho que neste momento, nós, torcedores e jogadores, precisamos ser deixados em paz para viver a dor de ver o nosso goleiro deixando os gramados para a prisão.
Não estamos em um jogo de campeonato ou disputando pontos no Brasileirão; estamos perdendo um ídolo. As acusações criminais são caso de polícia. O que descrevo agora é a dor de uma torcedora. Deixem-nos viver o luto em paz.
Este artigo foi escrito por um leitor do Globo. 

Nenhum comentário: